sexta-feira, 8 de maio de 2015

Cartas inéditas - Bernardus Vallumbrosius

Cartas inéditas – Bernardus Vallumbrosius
Caros amigos e colegas:
Ontem acertamos com a CORAG - Companhia Rio-grandense de Artes Gráficas, Imprensa Oficial do Estado do Rio Grande do Sul a reedição do nosso livro sobre a vida e obra do ilustre inventor Padre-cientista Roberto Landell de Moura, agora uma edição super atualizada, repleto de novidades.
Também estou muito contente pela receptividade e curiosidade sobre os manuscritos do Padre Roberto Landell de Moura. Recebi dezenas de e-mails me perguntando da veracidade de que o Padre Landell tenha publicado livro com o pseudônimo Bernardus Vallumbrosius. Claro que este fato foi verdade. No meu primeiro livro falo deste fato e no segundo, que logo, logo estará à disposição dos interessados também contarei. Não tive o privilégio de possuir um exemplar de "Cartas Inéditas", mas possuo cópia dos originais do Pe. Roberto Landell de Moura. Este fato está registrado no Livro Tombo da Igreja do Rosário, página 225.
Vou contar este fato agora, aqui, mas vocês não deixem de adquirir o meu 2º livro sobre a vida e obra do Padre Roberto Landell de Moura, porque tem muitas novidades.
Então aqui vai uma palhinha do livro. Hi... Hi... Hi... Ah! com provas!
Boa leitura.
Sucesso.
Forte abraço.
Ivan Dorneles Rodrigues - PY3IDR
Site: www.memoriallandelldemoura.com.br

Cartas inéditas – Bernardus Vallumbrosius

Ao Cônego Roberto Landell de Moura foi atribuída a autoria de um opúsculo, contendo 33 “Cartas Inéditas de Bernardus Vallumbrosius a seu discípulo Arsênio, bispo de Thyrséa, nas quais o autor, religiosa e cientificamente, trata da nevrose dos dirigentes, das paixões, dos estigmas e taras de família e de vários outros assuntos muito importantes”. Interpelado, o Cônego Roberto Landell de Moura negou a sua autoria. Entretanto, os seus amigos afirmaram o contrário. E a conta da tipografia o confirma. Muitos exemplares dessas cartas foram encontrados entre os papéis deixados pelo Cônego Roberto Landell de Moura. A impressão foi feita na Tipografia Esperança, de Adolpho Powolny, à Rua Senhor dos Passos, 28, o qual extraiu a conta, que ainda se conserva no arquivo, a 23 de setembro de 1923, para: Rev. Landell de Moura, pela impressão de 1.000 exemplares de Cartas Inéditas, com 54 páginas cada um – 257$000. Este fato está registrado no Livro Tombo da Igreja do Rosário, página 225.



Nenhum comentário:

Postar um comentário