sábado, 15 de fevereiro de 2014

GDE/LABRE SOLICITAÇÃO DO PDFF

A LABRE deu entrada hoje na Anatel de pedido de atualização no Plano de Destinação de Faixas e Frequências - PDFF visando adequar a alocação de frequencias destinadas pela Anatel ao Serviço de Radioamador à recomendação da UIT para a Região 2 (Americas).
 
Em resumo, solicitamos:
 
Banda
Atribuição UIT Região 2
Atribuição Brasil
Proposta de paridade
30 metros
10100 – 10150 kHz
10138 - 10150 kHz
10100  - 10150 kHz
80 metros
3500 – 4000 kHz
3500 - 3800 kHz
3500 – 4000 kHz
160 metros
1800 – 2000 kHz
1800 – 1850 kHz
1800 – 2000 kHz
560 metros
472 - 479 kHz
Não atribuída
472 - 479 kHz
2200 metros
135,7 – 137,8 kHz
Não atribuída
135,7 – 137,8 kHz

Tabela 1: Comparação entre as atribuições da UIT Região 2 e atribuições no Brasil com base no PDFF. Em vermelho os problemas de restrição espectral no Brasil e em azul as soluções para ocorrer paridade entre UIT e ANATEL. 
Ou seja, a ampliação da faixa de 30 metros em 38 KHz, ampliação da faixa de 80 metros em 200 KHz, ampliação da faixa de 160 metros em 150 KHz, criação das faixas de 560 metros e 2200 metros.

A solicitação foi baseada em excelente trabalho desenvolvido pelo Grupo de Defesa Espectral da LABRE, sob coordenação do colega Flávio, PY2ZX. 
A atribuição das novas frequências ao Serviço de Radioamador não é automática e provavelmente demande a abertura de consulta pública por parte da Anatel, mas a LABRE retoma o assunto iniciado em 2012 e desenvolverá todos os esforços para que o radioamadorismo brasileiro tenha direito as mesmas frequencias já utilizadas em outros países.
A LABRE há 80 anos batalha pelos interesses do radioamadorismo. 
73
Orlando .·. PT2OP
Diretor Executivo da LABRE

_______________________________________________ conselhodiretor mailing list conselhodiretor@labre.org.br http://labre.org.br/mailman/listinfo/conselhodiretor_labre.org.br
Matéria enviada por: Aramir - PY2AL
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário