quinta-feira, 21 de março de 2013

Dossiê pede obra de Landell de Moura no currículo escolar


Dossiê pede obra de Landell de Moura no currículo escolar

Documento foi entregue nesta semana ao ministro da Educação
Um dossiê entregue ao ministro da Educação, Aloízio Mercadante, pede a inclusão da obra do padre-cientista Roberto Landell de Moura, pioneiro das telecomunicações, no currículo escolar brasileiro. O jornalista e historiador Hamilton Almeida, do Movimento Landell de Moura (MLM), explicou que o documento pleiteia o reconhecimento oficial dos méritos científicos do padre Landell, com a inclusão dessas informações no currículo escolar obrigatório. O assunto também foi abordado em reunião entre o ministro e a senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS).
Com mais de 100 páginas, o documento é composto por um abaixo-assinado com 6.110 assinaturas de apoiadores da iniciativa; resumo da vida e obra do padre Landell; sequência de lâminas para leitura rápida dos fatos em torno da criação do rádio e outros inventos até então inéditos; patentes registradas pelo padre no Brasil (1901) e nos Estados Unidos (1904); selo dos Correios lançado por ocasião do sesquicentenário do nascimento de Landell (21/1/2011), entre outros. O texto deve ser encaminhado ao Conselho Nacional de Educação (CNE).
Landell de Moura foi inventor do rádio, projetou a televisão e o teletipo. Em maio do ano passado, teve seu nome registrado no Livro de Heróis da Pátria. Mais informações estão disponíveis no site Movimento Landell de Moura,  www.mlm.landelldemoura.qsl.br
Fonte: http://www.cmconsultoria.com.br/vercmnews.php?codigo=64058
FONTE: PORTAL DO RÁDIO - INTERCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário